Sexta-feira, 10 de Setembro de 2010

Varazim, lº

REGUENGO DE VARAZIM DE JUSÃO BAJLYA DA POVOA NOVA DE VARAZIM Em 1701, o padre António Carvalho da Costa publicou a Corografia Histórica do Reino de Portugal, (reeditado depois de 1865, exemplar de que me estou a servir) dedicado a sua Magestade o Rei D. Pedro II, na qual, na apresentação diz “…é todo o emprego deste livro: nele verá V. Magestade o número de Cidades, que com tanta magnificência tem engrandecido com obras sumptuosas, tem assegurado com fortificações inexpugnáveis; as Vilas, que com suma benignidade tem ilustrado com privilégios; os Lugares, que tem erigido em Vilas…” despertou-me a curiosidade de saber que referências que faria ao REGUENGO DE VARAZIM DE JUSÃO. Assim procurei no índice desta reedição e encontrei a páginas XXXII, do Tomo Primeiro, a indicação da Póvoa de Varzim, mas em referência ao século XIX, já depois da organização administrativa de Mousinho da Silveira, e que diz que o orago era (como é) N. S. da Conceição, tinha 2828 fogos (já era uma povoação muito importante) e pertencia (como pertence) à diocese de Braga. Continuando, procurei na edição do século XIX, a indicação da página, 361, e no cap. XV, deparei com o título “Da Vila da Póvoa de Varzim” (relacionado com a primeira edição) o comentário que a seguir vou copiar na íntegra apenas actualizando a ortografia: “É povoação antiga com um porto de enseada, em que antigamente entravam e saíam navios, da qual foi senhor Dom Guterre tronco dos Cunhas, que sendo francês natural da Gascunha, Província de França vizinha de Espanha ao pé dos Pirinéus, veio a este reino com o Conde Dom Henrique, que lhe fez mercê desta terra e de outras em Braga e Guimarães. El-rei Dom Diniz lhe deu foral e a doou a seu filho Afonso Sanches e entrou no Mosteiro de Vila do Conde por doação destes Infantes seus fundadores, até que ultimamente tornou à Coroa, em que está com o tributo anual às Freiras de quatro mil reis e o solho que ali morre, em memória do senhorio que tiveram. Governa-se por Juiz Ordinário, Vereadores e Procurador do Concelho, feitos por eleição trienal do povo e pelouro a que preside o Corregedor do Porto. Vem escrever-lhe por distribuição um dos Escrivains de Vila do Conde, de que dista um quarto de légua. Tem uma freguesia de invocação de Santa Maria, Vigairaria do Cabido e Mitra de Braga com dez mil reis, ao todo sessenta mil reis, e para a massa do Cabido quinhentos e cinquenta mil reis com a de Urgevai, e dizima do peixe: tem cem vizinhos, de que trinta são Couto do dito Cabido.” Continuando a consultar a referida Corografia, nota-se que não faz qualquer referência às freguesias que hoje fazem parte do concelho poveiro. Pertenciam o termo de Barcelos, entre os rios Cávado e Este, sete. Vamos analisar essas: “Santa Maria da Estela, que algum tempo se chamou Villa Menendi, é Vigairaria do Convento de Tibães, que rende ao todo sessenta mil reis, e para os Frades duzentos e trinta mil reis. Tem sessenta e três vizinhos. Foi esta terra do Conde Dom Mem Pais Businho, do tronco dos Azevedos e Senhor de Vila do Conde, o qual com seu filho Hermenegildo Mendes venderam esta herdade a Dom Mendo terceiro Abade de Tibães por vinte e cinco morabitinos, que lhes deu, moeda daquele tempo, que importava um cruzado. El-rei Dom Afonso Henriques no ano de 1140 a contou a Dom Ordonho quarto Abade de Tibães, e a seus religiosos por seiscentos alqueires de pão que o Abade lhe deu.(pag.275). S. Miguel de Laúndos, Abadia da Mitra, rende duzentos e vinte mil reis, tem sessenta e dois vizinhos. Aqui está um alto monte que chamam de S. Félix, nome do primeiro ermitão que teve a Igreja de Deus depois de Cristo vir ao Mundo, sem embargo que outros o digam que foi S. Paulo. Residia neste ermo, quando os tiranos martirizaram a São Pedro de Rates nosso primeiro Arcebispo (Bispo) de Braga, cujo sagrado corpo foi achado por este Santo Eremita, de quem é a capela que ali está. São Salvador de Nabais, Vigairaria das Freiras de Vila do Conde com dez mil reis, ao todo cem ml reis, e para o Mosteiro trezentos mil reis. Tem noventa vizinhos. S, Miguel, que alguns dizem Santa Maria do Torroso, é Comenda de Cristo e Reitoria da Mitra com quarenta mil reis, ao todo cem mil reis e para o Comendador duzentos mil reis, tem cento e trinta e quatro vizinhos. Aqui houve antigamente uma Cidade chamada Torroso, a qual parece que existia, e ao menos conservava o nome, reinando o Conde Dom Henrique no ano de 1106 em que a vinte Julho Guterre Soares fez uma doação à Sé de Braga, vivendo o Primaz S. Geraldo, de uma quinta no lugar, vizinho desta cidade. Santiago de Amorim, Reitoria com quarenta mil reis, ao todo duzentos mil reis e para as Freiras de Santa Clara do Porto quinhentos e cinquenta mil reis: tem trezentos vizinhos. Santa Eulália de Viriz (Beiriz), Abadia da Mitra, rende quinhentos mil reis, tem duzentos vizinhos.”(pag. 276) S. Miguel de Urgivai (Argivai), Vigairaria da Sé, com dez mil reis, ao todo trinta mil reis, os frutos vão com os da Póvoa de Varzim : tem quarenta vizinhos.(pag.277) No ano de 1701, quando foi dada à estampa a Corografia Portuguesa, ainda não existiam como freguesias Aver o Mar, que pertencia a Amorim, e Aguçadoura lugar que talvez estivesse no aro da Estela ou Nabais. Quanto a Rates e Balazar, ficarão para uma segunda leitura, caso o amigo director do Comércio, achar por bem continuar com esta história poveira. (continua) Braga, 6 Setembro de 2010 LUÍS COSTA Obs. Não sei se interessa esta história da Póvoa. Se acharem de interesse, por favor, informem por mail, para eu continuar por mais um escrito.
publicado por Varziano às 17:26
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. ...

. Museu Imagem

. Palacete Arantes

. Inauguração em Braga da e...

. CHAVES -Cidade Hericoica

. fonte campo das hnortas

. Março

. Fevereiro

. Homenagem

. João Penha - definitivo

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds