Sexta-feira, 11 de Março de 2011

Confrimação Couto de Braga

Uma cartela encimada pela coroa real Um quadrado encerra o Brasão de Braga Três escudetes carregados de cinco patelas duas torres tendo ao centro delas a imagem de SANTA MARIA DE BRAGA Confirmação do Couto de Braga Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo Amem. Eu Afonso filho do Egrégio Conde Dom Henrique e da Egrégia Rainha Teresa, neto do Rei Afonso Magno, a Santa Maria Bracarense e a ti Arcebispo Dom Paio e a teus sucessores que perpetuamente vierem a ser eleitos bem como aos clérigos que aí residirem dou e concedo o Couto que o Rei Afonso meu parente e a Rainha Urraca sua Mãe e eu confirmamos em presença do Arcebispo Compostelano Dom Diogo e do Conde Dom Gomizones e do Conde Rodrigo e de outros próceres a saber Paio Soares, Egrégio Moniones, Ermígio Moniones, Mendo Moniones, Rodrigo Bermudes . Efectivamente dou e concedo o Couto assim limitado com a Vila que se chama Lapela como consta do registo do Couto. Por aquela confrontação que está entre Aveleda e Gondomar e daí entre Covas e Vilar pelo Monte de Somariz, e pelo Mosteiro de Figueiredo e pela Portela de Guisande e pela Portela de Escudeiros até à Portela de Leitões e à Portela de Vila Cova e daí a Pousafoles e a Portela de Bezerros e daí ao termo de Donim e daí pelo termo de Louredo à Portela de São Veríssimo e pelo termo de Moure e Antoniais até ao Cávado e daí pelo mesmo rio até Mocotome e daí até onde começamos. Mais ainda: dou e concedo a Santa Maria Bracarense a ti e a teus sucessores o Castelo que chamam Penafiel com os ses limites antigos e o Mosteiro de Arentim (?) e do mesmo modo o lugar [onde o Mosteiro está implantado]. E Paio Ramires ai tenha o foro quanto me agradar. E por Cambeses e em troca deles e vos dê em câmbio quanto eu puder fazer. E todas as herdades de Santa Maria Bracarense aonde quer que sejam coutadas estejam com servos ou com juniores ou com homens livres que ao Rei pertencem. E como o Rei Afonso, meu avô deu para a construção da Igreja de Santiago do mesmo modo dou e concedo a Santa Maria Bracarense o dinheiro com que se possa construir a Fábrica da Igreja. E as Igrejas Reais que são Paroquiais estejam sob a alçada do Pontífice e que tenham leigo nelas poder. Os Mosteiros Reais te dêem tanto quanto deram aos teus predecessores. Também te dou ti e concedo na minha Cúria tudo o que diz respeito ao ofício da cleresia isto é a Capelania e Chancelaria e tudo quanto diz respeito à função de um Pontífice. E na tua mão e na mão dos teus sucessores que me estimarem confio todo o meu Conselho. E na tua Cidade de Braga que eu não tenha nenhum poder contanto que essa seja a tua vontade e a dos teus sucessores. E quando tiver a terra portuguesa conquistada [dou e concedo] a ti e aos teus sucessores a tua cidade e a tua Sé e aquilo que a ela pertence legando-te em paz sem controvérsia alguma. E dos bens da Igreja de Santa Maria Bracarense e dos bens dos teus sucessores nada jamais exigirei ou por mim ou pelos meus mandatários sem a tua vontade ou sem a vontade dos teus sucessores. E por esta doação faço-a a Santa Maria Bracarense e a ti e aos teus sucessores e aos teus clérigos por alma do meu Pai e pela salvação da minha alma e para que tu sejas o meu auxiliar. E se alguém ou eu ou parente meu ou estranho tentar violar ou denunciar esta nossa doação seja por Deus excomungado e tenha parte com Judas traidor do Senhor e tenha parte com seus com o diabo e seus anjos. E além disso incorra na cólera da mesma Rainha Santa Maria. Foi este instrumento feito no sexto dia antes das Calendas de Junho (27 de Maio). Era MCLXVI. Eu Afonso Infante esta doação por minha mão corroboro. Os que estiveram presentes : Petrus, testemunha; Pelagius, testemunha; Suaris, testemunha; Pelagius, Arcebispo de Braga, confirma; Sancius Nuniz, confirma; Ermigius Miniz, confirma; Garcias Suaris, confirma; Pelagius Ramirez, confirma; Petrus Petriz, confirma; Queatos Sendoniz, confirma; Pelagius Pinioniz, confirma; Suerius Menendiz, confirma ; Nuno Gutirriz, confirma; Mestre, Bernardus, confirma; Mitilus, Chantre, confirma; Petrus, sacristão, confirma; Petrus, Arcrdiago, confirma; Gomizo, Arcediago, confirma; Midus, Arcediago, confirma; Romanus Romani, confirma. Mendo, Presbítero o escreveu. E em troca de Trandeiras dou-te metade de Adaúfe de Panóias.
publicado por Varziano às 18:51
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. ...

. Museu Imagem

. Palacete Arantes

. Inauguração em Braga da e...

. CHAVES -Cidade Hericoica

. fonte campo das hnortas

. Março

. Fevereiro

. Homenagem

. João Penha - definitivo

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds